Candidata à terceirização já fez visita técnica no Huerb, aguarda Sesacre e tem negócios em Goiânia e Tocantins

O Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar (IBGH) é uma das organizações sociais com maior chance de vencer o que chamam de “chamamento público” para escolher quem vai gerenciar o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb). O assessor técnico da OS, Gilberto Torres, após ser localizado pela reportagem de acjornal.com no Estado de Goiás, admitiu ter feito visitas na capital do Acre para “conhecer a estrutura a ser absorvida”. Segundo ele, “todo o processo está sendo administrado pela Secretaria de Saúde do Acre”. A assessoria técnica da Sesacre, no entanto, informou que não tem nada a declarar neste momento.

“É uma estrutura interessante e nós temos plena capacidade de fazer a gestão. Recentemente, assumimos uma unidade semelhante ao Huerb aqui em Goiânia”, disse Gilberto Torres. O funcionário do IBGH insistiu em saber quem havia repassado o seu contato, e negou-se a falar sobre a proposta do instituto para tornar o Huerb uma unidade hospitalar eficiente. Questionado sobre o que será feito dos trabalhadores – e se haveria demissões – Gilberto Torres disse: “isso não é da minha área”. E desligou o telefone.

O IBGH   é uma associação privada, com personalidade jurídica, sem fins lucrativos, que recebe subvenção do Estado para prestar serviços de relevante interesse público. “Nossa gestão é focada no cumprimento de metas, comprometimento aos princípios básicos e critérios legais do Sistema Único de Saúde”, diz a mensagem institucional do instituto. Sua diretoria é formada por médicos, administradores e especialistas em gestão hospitalar. Atualmente, é responsável pela gestão de Hospitais e Unidades de Pronto Atendimento em Goiás e Tocantis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *