Governo quer aumentar em 200% taxa de emissão da carteira de identidade. Gerlen Diniz antecipa voto “não”

O governador Tião Viana (PT) articula com sua base política na Assembléia Legislativa um reajuste de 200% na expedição da terceira via da Carteira de Identidade. Se o projeto for aprovado, o cidadão será obrigado a desembolsar R$ 57,00 para ter o documento. O deputado Gerlen Diniz (PP) adiantou o seu voto “não”, e criticou a proposta, considerando-a uma entre tantas outras que compõem um “pacote de maldades” para ser analisado no parlamento antes do recesso de final de ano.

“O governo que busque alternativas para aumentar sua receita. Não é açoitando o contribuinte que as coisas se resolvem. Que eles corram atrás dos milhões desviados ou implantem uma gestão de austeridade, sem sacrificar o bolso dos cidadãos, que já sofrem com a insegurança diante de um governo temerário e pernicioso”, criticou Gerlen Diniz. O deputado trabalha para convencer líderes partidários a orientar suas bancadas pelo voto “não” ao projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *