Há 1 mês do Carnaval e acuado, Tião Viana desiste de cortar gratificação dos militares

1
8

Militares continuarão a receber Complementação do Salário e Sexta-Parte normalmente. A informação foi repassada no final da tarde desta terça-feira, dia 2,  pelo secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, após reunião com representantes do Ministério Público Estadual, Secretaria de Gestão Administrativa e comandantes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. As verbas deveriam ser deduzidas do soldo dos militares neste mês de janeiro.

Os militares ativos e inativos protestaram na última semana contra a decisão que havia sido tomada pelo governo, seguindo orientações da Procuradoria Geral do Estado (PGE). Cerca de 3 mil militares lotaram o estacionamento do Teatrão e saíram em passeata até o Centro da capital. O anúncio de corte nos benefícios da categoria motivou, inclusive, o pedido de demissão do subcomandante-geral, tenente coronel Ricardo.  Veja ao lado a nota oficial em que as entidades representativa dos militares comunica a permanência dos benefícios.

O diretor administrativo e financeiro da AME (Associação dos Militares do Acre), Rogério Silva, disse há pouco que “esta é uma vitória da união e da força da tropa”.

Fontes ouvidas pela reportagem acreditam que Tião Viana não quis correr o risco de um movimento militar nas ruas há um mês do Carnaval. As pressões internas teriam sitiado o governador em alguns momentos antes da virada do ano. Ele teria sido aconselhado a recuar.

1 COMENTÁRIO

  1. Pois é, mas é sabido por muitos,
    que este site publicou em tão boa hora, que dia 18.dez.2017, o Sr. Governador Tião Viana aumentou seu salario e dos secretários, já a partir dec1o de janeiro. 2018. É só negocia aumentos p funcionalismo a partir de 2019

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here