Mulher de Sena Madureira tem feto morto na barriga há cinco dias, na Maternidade de Rio Branco

A dona de casa Raquel Flores Rodrigues completou cinco dias, neste domingo, com um feto morto na barriga. A mulher, natural de Sena Madureira, recebeu o primeiro atendimento no Hospital João Câncio, naquele município, e vem tomando pílulas para dilatação do colo do útero, porém sem resultado nenhum. A reportagem de acjornal conversou com a Raquel, que está internada na Maternidade Bárbara Heliodora. Por telefone, ela reclama da falta de informações e diz temer por sua vida. “Não sei o que fazer. Não posso sair daqui. Ninguém me diz nada. Desde quarta-feira eles colocam essa pílula na minha vagina e dizem apenas para esperar a dilatação. Não sinto nenhum progresso. Estou com medo”, disse.

Raquel disse que os médicos não deram prazo para que a medicação surtisse o efeito esperado. às 16 horas deste domingo, mais uma cápsula foi introduzida e a enfermeira deu a mesma notícia de antes. “Eles só falaram que não deu em nada”, relatou a paciente.

Raquel descobriu que o feto estava sem vida ao fazer o pré-natal, em Sena Madureira. Mãe de uma menina menor, ela foi informada que o feto estava fora do útero. A mulher sofre de hipertensão e está sempre nervosa. “Eu senti uma contração pequena. Achei que era o efeito da pílula, mas não era. Ainda bem que não tenho dores. Mas e amanhã, como será”?, questiona a mulher, que pediu ajuda da reportagem.

Na maternidade, o repórter foi informado que somente os diretores poderiam dar informações sobre pacientes internados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *