Nudez de dirigente partidário movimenta bastidor político da Frente Popular

O presidente do PSOL, Valdir França, teve imagens de nudez enviadas ao partido, no Acre e em Brasília. A remetente das fotos não se identificou. O mandato do dirigente psolista termina em 30 dias, mas ele deve ser expulso do partido antes desse prazo. No diretório da legenda em Rio Branco, o clima é de muita revolta. França está fora do Acre. O partido é aliado da Frente Popular do Acre, que tenta eleger o prefeito Marcus Alexandre governador. As circunstâncias em que as fotos foram tiradas não estão claras. As imagens foram enviadas a um congresso nacionalo do partiudo, realizado entre os dias 2 e 3 deste mês na capital federal e causou embaraço.

França é técnico em gestão pública lotado no Governo do Estado, com função de confiança (FC) 10 e salário mensal de R$ 5,1 mil. A assessoria de imprensa do prefeito da capital informou que Marcus Alexandre não tomou conhecimento do fato.

One thought on “Nudez de dirigente partidário movimenta bastidor político da Frente Popular”

  1. Alba Luiza says:

    Meu Deus, que horror! A que ponto chegamos, tudo pelo poder! A Política Brasileira e Acreana, não deveria ser assim! NOJO de tudo isso! Espero que tenha uma mudança radical, nas eleições de 2018 🙌

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *