No menu items!
31 C
Rio Branco
quarta-feira, setembro 30, 2020

CPI dos Transportes Coletivos: 85% do relatório está pronto faltando analisar mil páginas de aditivos

Últimas

Menor contratado por empresa de Internet morre eletrocutado na BR 317

Vanderson de Assis, um jovem de 16 anos, morreu eletrocutado no início da tarde desta quarta feira na Comunidade Campi Novo, km 105 da BR...

Presidente Nicolau Júnior anuncia que emendas parlamentares serão liberadas a partir dessa semana

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (PP), informou durante sessão desta quarta-feira (30) que a partir dessa semana já...

Presidente do Sindicato das Olarias, ligado à Fieac, é denunciado por esmurrar a sogra

O empresário Márcio Valter Agiolfi, presidente do Sindicato de Olarias do Acre, foi denunciado pela promotora Joana D´Arc Dias Martins, por lesão corporal. A...

Porto Acre: com início das chuva, produtor rural faz apelo ao governo do estado

O produtor rural e atualmente candidato a vereador pelo município de Porto Acre, Jornalista Salomão Matos (MDB), fez um apelo na tarde desta segunda...

Professor Coelho, coordenador da campanha de Bocalom, nega que Bestene tenha atacado Gladson: “não vi isso”

O professor Coelho, coordenador da campanha de Tião Bocalom, candidato à Prefeitura de Rio Branco, deu um testemunho ao acjornal desmentindo que o deputado...

Vereador Jackson Ramos, relator da CPI,

A CPI dos Transportes coletivos em Rio Branco deveria encerrar os trabalhos na próxima sexta-feira dia 23, quando completa 90 dias. Mas o relator da Comissão pediu mais 15 dias para analisar documentos enviados pela prefeitura. São mais de mil páginas de aditivos nos contratos entre a prefeitura e as empresas do transporte coletivo. São relatórios exigidos pelo vereador Roberto Duarte, que, apesar de ser um dos membros da CPI, acredita que ela via terminar em pizza. Dos 5 membros, 3 são da base do prefeito, (que está sendo investigado). Um deles é Eduardo Farias, líder de Marcus Alexandre na Câmara.

Para piorar ainda mais a situação, mesmo faltando a análise dos aditivos, o relator, Jackson Ramos, já está com 85% do relatório pronto. Possivelmente, mesmo encontrando irregularidades, o relatório será altamente positivo à prefeitura. O vereador Roberto Duarte, que está viajando, disse que vai montar um relatório paralelo mostrando as irregularidades do contrato. Segundo o parlamentar a prefeitura assinou os contratos mesmo com débitos fiscais e trabalhistas, devidos pelos empresários – o que é proibido pela lei de responsabilidade fiscal.

O relatório da CPI deve ser apresentado até o dia 17 de julho, quando se inicia o recesso parlamentar.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui