Sindicato dos Médicos faz queixa-crime contra goverrno por segurança nos hospitais

O presidente do Sindicato dos Médicos (Sindmed-AC) foi recebido na manhã de desta terça-feira (20/06) pelo procurador-geral do Ministério Público do Estado (MPE), Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto. No encontro, o sindicalista formalizou uma queixa contra o governo do Estado pela falta de segurança nas unidades de saúde.

Reivindicação antiga

Ribamar Costa, acompanhado pelo presidente do Sindicato dos Vigilantes, Nonato Souza, explicou ao representando do MPE que há anos as entidades buscam maior controle no acesso aos hospitais, evitando crimes como a tentativa de homicídio do segurança, furtos e assaltos.
“Buscamos melhorias para toda a equipe médica e para os pacientes, que precisam ter segurança em um momento de tanta sensibilidade que é o momento de um tratamento”, afirmou o sindicalista.

Poucos vigilantes

O presidente do Sindicato dos Vigilantes falou que a quantidade de vigilantes contratados geralmente é inferior a necessária para as unidades de saúde, o que expõe a população e o próprio trabalhador. “Estamos nesta luta com o Sindicato dos Médicos e já participamos de reuniões com a equipe de segurança do governo, mas até o momento não houve resultados e a população continua sofrendo com isso”, protestou Nonato.

A promessa do procurador

O procurador-geral disse estar sensível ao problema e informou que estaria encaminhando o caso para os promotores que atuam na área da segurança pública e da saúde. “Diante da situação, vou encaminhar o caso para que seja tratado com a maior urgência”, afirmou o representante do MPE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui