No menu items!
31 C
Rio Branco
domingo, outubro 25, 2020

Direto do Acre: torcedores do Atlético viajam quase 3 mil km para torcer pelo time no Horto

Últimas

Justiça eleitoral de Cruzeiro do Sul, caça candidatura do vereador Romário Tavares (MDB), um dos mais fortes da chapa de Fagner Sales

Concluindo o 5º mandato de vereador seguidos, Romário Tavares foi enquadrado no crime de improbidade administrativa no período em que esteve como presidente da...

Carreirista, Roberto Duarte não decola e perde tempo atacando Socorro Neri

Depois que a prefeita Socorro Neri (PSB) ultrapassou os adversários na última pesquisa, o nível de ataques de alguns adversários vem aumentando contra a...

Jarbas Soster reúne milhares de apoiadores em arrastão no Calafate e carreata no Centro de Rio Branco

Na manhã deste sábado, 24, o candidato a prefeitura de Rio Branco, Jarbas Soster, reuniu centenas de pessoas em uma caminhada pelo bairro Calafate....

Gladson busca apoio do Exército para ofertar água potável em comunidades indígenas e ribeirinhas

Da Secom Os esforços do governador Gladson Cameli para melhorar a qualidade de vida da população acreana não param. Cumprindo agenda em Manaus (AM), nesta...

Polícia investiga prefeito do Acre e suas amantes, que são fantasmas e ostentam na Internet

Enquanto a maioria dos servidores da prefeitura de Xapuri trabalha jornadas de oito horas diárias para ganhar um salário mínimo, duas eventuais funcionárias comissionadas...

O Consulados do Galo já pode planejar uma nova “aquisição” no norte do país. A organização que junta diversos torcedores do Atlético em cidades fora de Minas Gerais e espalhadas até em outros continentes já tem “material” para criar a AcreGalo. No jogo entre Atlético e Sport nesta quarta-feira, uma família acreana compareceu ao Independência para prestigiar o clube alvinegro pela primeira vez in loco.

Dona Francisca Silva Gouvêia, descendo a rua Ismênia Tunes com uma bandeira do Acre enrolada nas costas com orgulho, é a matriarca de um pequeno grupo de cinco torcedores do Galo que sofrem e vibram pelo time a 2.800 km de distância de Belo Horizonte.

Francisca trouxe o filho Mark, a nora Denise e a neta Clara ao Independência. Na verdade, a líder da trupe é a caçula. Clara mora em Belo Horizonte e já é “velha de Horto” e seu pai Gérson, genro de Francisca, foi quem levou a paixão pelo Atlético para a família Gouvêia.

A passeio em Belo Horizonte, o trio poderá, pela primeira vez, assistir de perto o clube do coração. Mesmo que tenham escolhido um dia na qual a Massa alvinegra não deverá lotar o Independência nesta 9ª rodada do Brasileirão.

Clara se empolgou com a ideia de criar um “Consulado” do Atlético no Acre. Afinal, na região norte, apenas no antigo território boliviano e no Amapá não existe uma filial de torcedores alvinegros. No mapa atleticano, já há sangue alvinegro devidamente identificado na Amazônia (Galo Mao), no Pará (Galo Pará) e Roraima (Galo Roraima) e em Rondônia (Galo Porto) e em Tocantins (Galotins).




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui