Enquanto cidadão é tratado como “vira-lata”, vereadores querem humanizar cães e gatos em Rio Branco

Um projeto de resolução que tramita na Câmara de Rio Branco vem chamando a atenção não pela sua importância social, mas por ser mais uma das daquelas matérias chamadas de “pérolas” do legislativo. Os vereadores Emerson Jarude (PSL), Mamed Dankar (PT) e Artêmio Costa (PSB), , que encabeça a ideia, apresentaram o projeto para a criação de uma Comissão Especial de Defesa e Direito dos Animais, que precisa apenas de nove votos favoráveis. Aprovado, a comissão (na câmara já tem 8) irá se debruçar por 90 dias sobre alguns assuntos específicos da causa animal, como maus-tratos, atuação de controle de zoonoses, superpopulação de cães e gatos e falta de abrigos.

Não é que o assunto mereça destaque, mas essa humanização dos bichos tem um limite do aceitável e do razoável. Os vereadores precisam verificar as prioridades, e da cidade é a número um. Tem terminal urbano como o do São Francisco sem concluir a obra, creche que a construção está parada na cidade do povo,. Vejam quantas pessoas morando nas ruas, nos mercados e a gestão pública que oferece o minimo da agenda de politica social. As pessoas são tratadas como vira-latas, caros vereadores, essas sim precisam de um olhar de vocês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui