Ministro da Saúde foi “grosseiro, mal educado e fez papagaiada” no Acre, diz deputado. “Me arrependi de ter ido”

O deputado Jenilson Leite (PCdoB) repudiou na sessão desta terça-feira (27) o discurso do ministro da Saúde, Ricardo Barros, feito durante reunião realizada na última segunda-feira (26), em Rio Branco, com parlamentares da oposição e situação, sindicalistas e membros de movimentos sociais. Segundo o parlamentar, o ministro da Saúde foi “mal-educado” e “grosseiro” ao responder alguns questionamentos feitos por sindicalistas sobre problemas referentes ao setor. “Me arrependi de ter ido àquela reunião. Como um ministro da Saúde vem a Rio Branco fazer uma papagaiada daquela? Ele falou absurdos durante a reunião e ainda se comportou como um desinformado, mal-educado e evasivo”, afirmou o parlamentar.

O deputado seguiu afirmando que o ministro Ricardo Barros não deu nenhuma reposta positiva sobre os investimentos no setor de saúde do Acre. “Ele não garantiu que mandaria mais recursos para o setor de saúde do Acre, ele se preocupou apenas em fazer politicagem e ainda fez errado. Espero que ele não venha tão cedo a este Estado, que não pise mais aqui”, complementou.
Jenilson Leite concluiu seu discurso afirmando que os servidores da Saúde não são preguiçosos e merecem respeito.

“Quando o ministro Ricardo Barros foi questionado por um sindicalista sobre os problemas existentes na área de Enfermagem, ele respondeu de maneira grosseira. Ele disse que os sindicatos só servem para defender redução de carga horária e para brigar por aumento salarial. Falou ainda que o trabalhador que estiver insatisfeito pode pegar sua varinha e ir pescar, isso é brincadeira. Responder um sindicalista dessa forma? Um ministro conservador e mal-educado, isso que ele é. Vir ao Acre para chamar os servidores da Saúde de preguiçosos, isso já é demais. É uma falta de respeito sem tamanho”, disse

O deputado falou também da viagem que fez ao Rio Muru na semana passada. Na pauta, reuniões com os moradores dos seringais Mucuripe, Bom Futuro, Belo Monte, Lago Novo, Vitória Nova e Alto do Bode. Jenilson Leite foi verificar de perto as dificuldades do homem do campo, do pequeno agricultor e ouvir as reivindicações.
Em seu terceiro ano de mandato, o deputado já visitou todas as comunidades pertencentes à região do Tarauacá-Envira. “Depois de eleito, já visitei ramais e todos os rios da regional Tarauacá-Envira. Semana passada, foi a vez de ir ao rio em que nasci. É um exercício de comprometimento. Ouvir as pessoas é uma maneira de lutar pelos interesses coletivos. Essa visita me rendeu alguns projetos, requerimentos e indicações que irei apresentar no decorrer da semana”, finalizou.

Por Mircléia Magalhães
Da Agência Aleac

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui