Polícia rastreia reunião entre facções e prende homem com arma e uniforme do Exército

Acionada para checar uma denúncia de que em uma casa estaria ocorrendo uma reunião entre facções, a Polícia Militar de Cruzeiro do Sul prendeu um homem com uma espingarda e objetos de uso da polícia e das Forças Armadas. Ao chegar na estrada que dá acesso à Boca do Moa, moradores informaram aos militares da presença na comunidade de pessoas estranhas, que não seriam moradores das imediações.

O dono da casa, um homem de 53 anos, foi preso por porte ilegal de arma de fogo. No local, os policiais encontraram uma espingarda calibre 16, com uma munição intacta, um cinto de uso da polícia, um cantil e um uniforme do Exército. O proprietário da casa, segundo a polícia, é genro de um homem que está preso acusado de pertencer a uma facção. Ele disse que adquiriu a arma há cerca de três meses por R$ 450. Quanto aos demais objetos disse não saber a procedência.

O delegado responsável pelo caso, Alexnaldo Batista, diz que o acusado vai responder em liberdade, após pagamento de fiança. “A Polícia tinha a informação de uma reunião de criminosos. Ele foi indiciado pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e vai responder em liberdade”, disse.

Fonte G1 Cruzeiro do Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui