No menu items!
28 C
Rio Branco
sábado, setembro 26, 2020

Rio Branco: amigos que saíram para comprar gado já estão desaparecidos há 35 dias. Polícia não tem pistas

Últimas

Prepare-se: preço do arroz vai continuar subindo até março de 2021, diz presidente da Associação dos Supermercados do Acre

O empresário Aden Araújo fez uma previsão sobre os sucessivos reajuste no preço do arroz no Acre, na tarde desta sexta-feira. São projeções nada...

“Vi muitos abusos sexuais em grupos da Ayahuasca”, diz antropóloga

Carlos Minuano Colaboração para o TAB A cientista Bia Labate se diz uma vítima de condições desafiantes no Brasil. A antropóloga brasileira foi morar na Califórnia...

Quem atenta contra as normas de segurança alia-se à Covid no “ataque” à saúde pública e à Nação

Com mais de 105 mil mortes no total, cerca de mil óbitos e 45 mil novos casos por dia, a Covid-19 segue ameaçando de...

Decano do STF, Celso de Mello antecipa aposentadoria para outubro

O ministro Celso de Mello, que tinha aposentadoria agendada para novembro, comunicou à presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) que antecipará a data para...

PF incinera quase meia tonelada de drogas em Cruzeiro do Sul

A Polícia Federal em Cruzeiro do Sul/AC incinerou, ao final da tarde de quinta-feira (23/09/20), quase meia tonelada de drogas. O montante destruído é...

Fernando de Oliveira Montenegro e Jean Carlos Bezerra, o primeiro com esposa e dois filhos, saíram de casa no dia 08 de junho com a intenção de comprar gado. O destino seria uma propriedade rural na estrada do Mutum, na saída para Porto Acre. Os amigos estão desaparecidos desde então. O advogado Valdir Perazzo levantou a suspeita de latrocínio, mas não há informações que possam direcionar as investigações neste sentido. A motocicleta e dois capacetes foram encontrados dentro de um igarapé. Familiares, ao serem avisados, encontraram um homem, desconhecido da família, que disse ter retirado a moto da água. O veículo foi entregue, mas não há informações sobre o que ocorreu com Fernando e Jean.

A esposa de Fernando passa dias em pranto, e tem feito contato permanente com a polícia. “Eu só queria saber o que aconteceu. É triste saber que eles saíram para tão perto e não voltaram mais”, disse a mulher. A família não soube informar se Jean e Fernando transportavam dinheiro em espécie. A identidade da pessoa que venderia o gado também é desconhecida. O sigilo telefônico dos dois desaparecidos poderá ser aberto.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui