Alan Rick consegue aprovar auditoria da dívida pública, vetada no governo Dilma. Ideologia de gênero é suprimida

O Deputado Federal Alan Rick participou, na noite desta quarta-feira, 12, de reunião da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO). Lá, conseguiu uma vitória histórica: garantir a realização da auditoria da Dívida Pública, prevista na Constituição de 1988, mas nunca realizada. Garantiu, ainda, a retirada da ideologia de gênero dos textos do Orçamento Público.

Durante a reunião da comissão, houve muita agitação e debates acalorados acerca do que deveria ou não constar na Lei de Diretrizes Orçamentárias, o que resultou em muitos pedidos de destaque na matéria em análise. “Foi uma reunião longa e de muito trabalho. Apesar de toda a tensão e da disputa pela apreciação de diversas matérias, conseguimos a aprovação da auditoria da Dívida Pública. Uma vitória como essa faz com que todo o esforço e trabalho valha a pena”, disse Alan Rick.

Segundo o Deputado, a retirada da ideologia de gênero dos textos do Orçamento Público não é uma vitória pessoal, e sim uma vitória da família brasileira. “Temos trabalhado de maneira árdua em defesa da vida e da família aqui na Câmara. Ficamos nos debates na CMO até as 23h. Apesar da extensão da reunião, o mais importante está garantido: a ideologia de gênero não fará parte do Orçamento Público”.

A auditoria da Dívida Pública, que foi vetada no governo Dilma, é importantíssima para se compreender melhor de que forma a dívida está corroendo os recursos do país, não garantindo nenhum retorno à população brasileira. “Essa auditoria é um clamor do povo brasileiro. É inadmissível que permaneçamos com essa caixa preta. Há que se ter acesso aos dados pelo bem do nosso povo e me sinto gratificado por mais esta vitória”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui