No menu items!
25 C
Rio Branco
quinta-feira, outubro 1, 2020

Prefeito de Sena tem dinheiro para pagar Amado Batista, mas não recolhe impostos, FPM é bloqueado e servidores ficam sem salário

Últimas

Menor contratado por empresa de Internet morre eletrocutado na BR 317

Vanderson de Assis, um jovem de 16 anos, morreu eletrocutado no início da tarde desta quarta feira na Comunidade Campi Novo, km 105 da BR...

Presidente Nicolau Júnior anuncia que emendas parlamentares serão liberadas a partir dessa semana

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (PP), informou durante sessão desta quarta-feira (30) que a partir dessa semana já...

Presidente do Sindicato das Olarias, ligado à Fieac, é denunciado por esmurrar a sogra

O empresário Márcio Valter Agiolfi, presidente do Sindicato de Olarias do Acre, foi denunciado pela promotora Joana D´Arc Dias Martins, por lesão corporal. A...

Porto Acre: com início das chuva, produtor rural faz apelo ao governo do estado

O produtor rural e atualmente candidato a vereador pelo município de Porto Acre, Jornalista Salomão Matos (MDB), fez um apelo na tarde desta segunda...

Professor Coelho, coordenador da campanha de Bocalom, nega que Bestene tenha atacado Gladson: “não vi isso”

O professor Coelho, coordenador da campanha de Tião Bocalom, candidato à Prefeitura de Rio Branco, deu um testemunho ao acjornal desmentindo que o deputado...

O prefeito Mazinho Serafim (PMDB), de Sena Madureira, deixou de pagar os encargos sociais devidos à Previdência Social referente ao mês de maio, embora tenha feito recolhimentos nos salários dos trabalhadores. Por isso, o município foi prejudicado com o bloqueio do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) referente à parcela do dia 10 de julho de 2017, no valor de 313.166.20. O desconto na folha dos servidores efetivos é automático. Mazinho anunciou, dias atrás, que já tem contrato assinado com o cantor Amado Batista, para o que chama de “maior show da história de Sena Madureira”. Safadão será pago com dinheiro do próprio prefeito, segundo ele mesmo informou na imprensa local, e o show, no dia 25 de setembro, marcará o aniversário de casamento do prefeito, o aniversário de seu neto e o aniversário da cidade. O cachê de Amado Batista é estimado em R$ 350 mil.

O bloqueio dos recursos afeta diretamente os trabalhadores públicos municipais que ainda não receberam seus salários de dezembro de 2016. O prefeito havia feito um acordo para efetuar o pagamento dos salários a cada dia 10.  O acordo que está sendo descumprido está assinado, em documento, com os sindicatos que representam a Educação (Sinteac) e dos servidores públicos municipais (Sindssem)).

A comunidade de Sena Madureira sabe que os débitos da gestão anterior foram parcelados. Porém o pagamento que a Receita Federal está cobrando é o debito do exercício atual.
Sem falar que os valores da repatriação na ordem de mais de 700 mil reais ficaram nas contas da prefeitura durante a transição de governo – dinheiro esse que ainda não ficou claro perante a comunidade em que foi usado.

As informações são do portal senaonline.com.br




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui