Aneurisma mata agente penitenciário no Huerb. Jon sofreu injustiças e lutou quase 3 anos para provar inocência

Jon (Centro) sofreu injustiças e provou inocência

Faleceu na manhã desta sexta-feira o agente penitenciário Jon Hilton de Souza Bandeira. O servidor público estava internado no Hospital de Urgência e Emergência com aneurisma cerebral. Jon viveu um drama de considerável repercussão na midia local, em 2012, quando foi acusado de agressão física. O agente penitenciário respondeu processo criminal e administrativo, foi afastado das funções e ficou sem salário por  2 anos e 5 . Uma decisão do TJ Acre considerou o trabalhador inocente. Jon foi reintegrado ao cargo, que exercia  desde então. Abaixo, nota de pesar emitida pela associação que representa a categoria.

NOTA DE PESAR

É com profundo pesar que recebemos a notícia da morte do Agente Penitenciário *Jon Hilton de Souza Bandeira, de 36 anos, vítima de uma aneurisma cerebral.

A morte prematura ocorreu na manhã de hoje, 21, no Pronto Socorro de Rio Branco, após o servidor dar entrada no local na semana passada.

O velório ocorre durante todo o dia de hoje, na capela São Francisco, localizada na Rua Isaura Parente (ao lado da Maria Farinha). De onde seguirá para o sepultamento neste sábado, 22, às 07:30 da manhã, no cemitério São João Batista.

Jon Hilton era Agente Penitenciário da turma de 2007/2008 e deixa um profundo sentimento de saudade entre os seus colegas e familiares.

Nossas mais sinceras condolências aos amigos e familiares por esta inestimável perda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui