Huerb fura fila dos concursados e “promove” enfermeiros sem passar pelo Diário Oficial

A escala em que técnicos e auxiliares aparecem como enfermeiros sem que houvesse nomeação oficial

Um acordo de cavalheiros no gabinete do diretor geral do Huerb, Fabrício Lemos, violou o cronograma de convocação dos concursados da saúde. Três profissionais, sendo dois técnicos e um auxiliar, foram “promovidos” em contratos “emergenciais” para atuarem na UTI do Hospital de Urgência e Emergência. O diretor do Huerb atendeu a um pedido da chefe da Unidade de Terapia Intensiva, Márcia Odilia. A secretária de Gestão Administrativa, Sawana Carvalho, aceitou a indicação sem fazer publicar no Diário Oficial do Estado, como manda a lei.

Os técnicos Gigliane Angelim e Roneudo da Costa Campos e o auxiliar Sebastião Arruda já aparecem na escala do mês de agosto como enfermeiros plantonistas. A denúncia foi feita á reportagem por um grupo de concursados. O governo havia anunciado a convocação dos aprovados, o que aconteceria provavelmente na segunda semana deste mês.

“Isso é um absurdo. Já são três vagas a menos no número de pessoas que serão chamadas para trabalhar. Sem falar nos critérios meramente políticos que estão usando para deixar os concursados cada vez mais longe de seus sonhos, que trabalhar com dignidade”, disse um aprovado cuja identidade o acjornal.com irá preservar.

Os três servidores prestaram concurso e só deveriam exercer a função de enfermeiros mediante convocação no Diário Oficial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui