TJ mantém condenação de motorista que, embriagado, atirou em passageiros após briga de trânsito

A Justiça do Acre manteve a condenação de dois anos e quatro meses de reclusão a um motorista que efetuou vários disparos contra passageiros de outro veículo. O réu, segundo denúncia do Ministério Público, conduzia uma motocicleta e obrigou o condutor do veículo a perseguir uma caminhonete. Ele estava embriagado e seu nome não foi revelado pela assessoria do TJ, que enviou as informações à imprensa. Na confusão, que ocorreu em Brasiléia, um dos passageiros sofreu lesão corporal leve.

O réu deve, ainda, pagar reparação pelos danos causados para três das vítimas, no valor de R$5 mil para o motorista constrangido ilegalmente, R$10 mil a vítima lesionada e mil reais para o proprietário da camionete.

Entenda o Caso

Conforme é relatado no processo, V.D.G. estava embriagado e conduzia motocicleta quando colidiu contra uma caminhonete. Após o acidente, ele obrigou, usando arma de fogo, um terceiro que passava pelo lugar a perseguir a camionete e na perseguição efetuou diversos disparos contra as pessoas que estavam no veículo, atingindo um passageiro e casando-lhe lesão corporal.

Por isso, o acusado foi a julgamento pelo Tribunal do Júri, por tentativa de homicídio, mas o Conselho de Sentença desclassificou para lesão corporal leve, disparo de arma de fogo e constrangimento ilegal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui