No menu items!
25 C
Rio Branco
terça-feira, setembro 29, 2020

Deputado Silas Câmara articula livrar pastor denunciado por pedofilia. Plano é tirar processo do Acre

Últimas

Sena Madureira já registrou 34 casos de abuso sexual contra crianças em 2020. Agressores são pais, avôs, tios e outros parentes

O número de ocorrências de abuso sexual contra crianças no terceiro maior município acreano aumentou cerca de 26% nos últimos nove meses em relação...

Coligação Produzir Para Empregar lança logo mais campanha oficial de Bocalom e Marfisa

A Coligação Produzir Para Empregar lançará logo mais, às 18:30h, a campanha do professor Tião Bocalom e da sua vice, Marfisa Galvão, à Prefeitura...

Acre: BB limita cinco atendimento ao dia e candidatos são impedidos de tocar campanha; jornalista reage

Candidatos a prefeito e vereador que estão tentando abrir contas bancárias nas agências da capital denunciam que as instituições privadas estão se recusando a...

Nicolau Júnior prestigia comemorações dos 116 anos de Cruzeiro do Sul

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), participou na manhã de ontem (28), ao lado do governador Gladson Cameli,...

Fake News: milicianos de Kinpara e Bocalom mentem sobre Socorro Neri ter rejeitado Ney Amorim. Ex-deputado coordena campanha da prefeita

Socorro Neri nem pisou na rua para a campanha propriamente dita. Despacha como prefeita e não está preocupada com o que acontece lá fora. Mas tudo...

O deputado federal Silas Câmara, marido da ex-deputada Antônia Lúcia, veio ao Acre para articular uma “defesa implacável” ao pastor e radialista Luiz Cézar Moreira. O evangélico foi denunciado pelo promotor Mariano Jorge de Souza Melo, que pediu condenação de 8 anos em regime fechado por prática de pedofilia. Câmara reuniu com advogados numa sala privativa, num prédio de luxo, de propriedade do casal, situado em frente ao Ministério Público, na Rua Roraima, no Bosque, em Rio Branco. Este é o endereço onde se concentrará a base política do PR, e onde a missionária tem apartamento.

Silas Câmara planeja tirar o processo da alçada da Justiça do Acre. Fontes ligadas aos missionários disseram que, em Brasília, as chances de o deputado federal conseguir uma absolvição seriam maiores. O promotor, em entrevista exclusiva, na última quinta-feira, afirmou que o juiz Romário Divino deve decidir em dez dias úteis. Ou seja, até a próxima sexta já haveria uma manifestação do magistrado. “Eu crio na condenação. As provas são robustas de que houve, de fato, crime”, opinou o promotor.

Prédio dos Câmara, em Rio Branco, onde mora a missionária

O acjornal.com publicou uma série de reportagens sobre o assunto ao longo da última semana. O pastor, segundo o MP, abusou sexualmente de um menino de 11 anos, por três vezes seguidas. A criança é sobrinha da atual esposa do pastor. Foi ela quem fez a queixa-crime na Delegacia que gerou ação penal.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui