A cara do descarado que a lei proíbe mostrar: ele agencia crianças para atear fogo em prédios públicos

Apenas 17 anos, um semblante que passa serenidade e, para alguns, até responsabilidade. Tudo ilusão. O menor pagava com cola, cerol, papel e linha para pipas para crianças atearem fogo em prédios públicos no município de Tarauacá. A versão é da polícia. Todos, independente da idade, foram para delegacia. As crianças t~em 10 e outro 11 anos. Houve flagrante, no instante em que o grupo tentava incendiar um prédio onde funcionam o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf), o Instituto de Terras do Acre (Iteracre) e a Secretaria de Estado de Agropecuária (Seap). Os três estão à disposição do Juizado da Infância e do Adolescente.

As autoridades policiais não se pronunciaram sobre quem estaria orientando o menor de 17 anos. A tentativa, frustrada pela ação dos policiais, foi, oficialmente, atribuída a uma ação de grupos criminosos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui