No menu items!
24 C
Rio Branco
sábado, outubro 24, 2020

Exército chega na Papudinha antes de anunciar resultado de inspeções em presídios de Sena, Rio Branco e Quinari

Últimas

Gladson busca apoio do Exército para ofertar água potável em comunidades indígenas e ribeirinhas

Da Secom Os esforços do governador Gladson Cameli para melhorar a qualidade de vida da população acreana não param. Cumprindo agenda em Manaus (AM), nesta...

Polícia investiga prefeito do Acre e suas amantes, que são fantasmas e ostentam na Internet

Enquanto a maioria dos servidores da prefeitura de Xapuri trabalha jornadas de oito horas diárias para ganhar um salário mínimo, duas eventuais funcionárias comissionadas...

Número de alunos entrando no ensino superior público caiu em 2019

O número de alunos entrando em universidades públicas em 2019 foi de 559 mil, uma queda de 3,7% em comparação à quantidade de estudantes...

STF: plenário vai julgar obrigatoriedade da vacina contra Covid-19

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou urgência na tramitação de ações ligadas à vacinação contra a Covid-19. Com isso, o magistrado...

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da Coronavac

Após ser acusada pelo Instituto Butantan de retardar a fabricação da vacina da farmacêutica Sinovac, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou, nesta sexta-feira...

Homens da 10ª Brigada de Infantaria de Selva, com o apoio das policias civil, militar e Policia Rodoviária Federal, realizaram na manha desta quinta-feira uma varredura na Unidade UP 4 (papudinha) onde ficam os presos do regime semi aberto. A ação começou às 7 horas. Todas as celas estão sendo vistoriadas. O foco e encontrar drogas, armas, telefones e materiais ilícitos. Esta e a terceira unidade prisional alvo da operação nesta semana. Na segunda feira a varredura foi no presidio Evaristo de Moraes em Sena Madureira. Na terça no presidio do quinari. O resultado de toda a operação sera apresentado em coletiva a imprensa na tarde desta quinta feira. Essas operações atendem a um decreto presidencial de 17 de janeiro de 2017, que a autoriza o emprego das Forcas Armadas para a garantia Da lei e da ordem nos presídios




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui