No menu items!
25 C
Rio Branco
sábado, setembro 26, 2020

Diego Muguet, a esperança de um mandato crítico, independente e combativo na Assembléia Legislativa

Últimas

Prepare-se: preço do arroz vai continuar subindo até março de 2021, diz presidente da Associação dos Supermercados do Acre

O empresário Aden Araújo fez uma previsão sobre os sucessivos reajuste no preço do arroz no Acre, na tarde desta sexta-feira. São projeções nada...

“Vi muitos abusos sexuais em grupos da Ayahuasca”, diz antropóloga

Carlos Minuano Colaboração para o TAB A cientista Bia Labate se diz uma vítima de condições desafiantes no Brasil. A antropóloga brasileira foi morar na Califórnia...

Quem atenta contra as normas de segurança alia-se à Covid no “ataque” à saúde pública e à Nação

Com mais de 105 mil mortes no total, cerca de mil óbitos e 45 mil novos casos por dia, a Covid-19 segue ameaçando de...

Decano do STF, Celso de Mello antecipa aposentadoria para outubro

O ministro Celso de Mello, que tinha aposentadoria agendada para novembro, comunicou à presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) que antecipará a data para...

PF incinera quase meia tonelada de drogas em Cruzeiro do Sul

A Polícia Federal em Cruzeiro do Sul/AC incinerou, ao final da tarde de quinta-feira (23/09/20), quase meia tonelada de drogas. O montante destruído é...

Um “up” na legislação que rege a micro e pequena empresa é uma das propostas do empresário Diego Muguet, pré-candidato a deputado estadual e entusiasta do aprimoramento de regras capazes de eliminar o estigma que os brasileiros carregam sobre os ombros, o de povo que mais sofre com a elevada carga tributária no planeta. “Quero me juntar para somar no desafio de tornar o país campeão em empreendedorismo”, diz Muguet, para quem a política voltada aos que, de fato, fazem aquecer a economia, ainda é frágil e depende de ajustes.

Miguet sugere haver um controle ostensivo nos recursos destinados à cultura, especialmente no plano nacional. “Não que eu seja contra a arte e os artistas. Pelo contrário. Mas há uma sangria vergonhosa nesta pasta. Está na hora de acabar com o privilégio do financiamento a celebridades globais. Isso reflete diretamente nos estados. As prioridades estão invertidas”, criticou. “Pessoas morrem desassistidas nos hospitais. O usuário do SUS nunca foi tão destratado”. O pré-candidato diz que, na campanha, irá fazer a defesa da vida dos policiais, sobretudo quando em combate. “Dentre tantas carências, esses homens há muito tempo lutam por respaldo jurídico para que possam exercer sua profissão sem medo de represálias”, lembrou.

Crime organizado

O pré-candidato, dentre outras propostas, defende o enfrentamento ao crime organizado, com políticas públicas eficientes na guarnição das fronteiras e segurança nacional. “No Brasil, 80 mil cidadãos são assassinados a cada ano, em média, com crimes intimamente associados ao narcotráfico. É a maior taxa do mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS)”, revela. O porte legal de armas para o cidadão é, na opinião de Muguet, uma idéia que merece ser debatida à exaustão. “A sociedade está satisfeita com as forças de segurança mantidas pelo Estado? Quais as alternativas que precisamos avaliar para, juntos, encontrarmos uma saída para o problema?”, questiona. Para ele, a redução da maioridade penal é assunto que não morre jamais.

Maioridade penal

“A maioria dos especialistas diz que os menores já são “punidos”, que a internação é rigorosa, entre outros argumentos. Não é verdade; os adolescentes estão sujeitos a medidas socioeducativas e somente serão internados em caso de crimes violentos. Pior, ao completarem 18 anos terão ficha absolutamente limpa, por nunca terem cometido nenhum crime. Com a mudança proposta, os crimes cometidos a partir de 16 anos contam para fins de reincidência e serão necessárias melhorias no sistema penitenciário, pois há exigência em tratados internacionais de que os adolescentes sejam presos em estabelecimentos juvenis (16 a 21 anos),” pontuou




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui