“Ontem estive com meu filho no hospital de Brasiléia.
NÃO ESTOU AQUI PARA RECLAMAR dos funcionários. Longe de mim isso, porque sei como funciona os setores públicos do nosso Estado.
Mas dói no coração da gente ver como está a situação da saúde de primeiro mundo que os nossos governantes pregam ( para quem ainda acredita ).
Logo que meu filho chegou. Apesar de ser bem atendido pelos enfermeiros e médicos. Foi colocado numa maca sem colchão, toda enferrujada, hiper gelada. Que logo ele se tremia no PS. Mais tarde ficou em observação numa cadeira e eu como acompanhante (grávida diga-se de passagem) não tinha local para me acomodar.
Queriam que ele ficasse internado. Mas chorei em pensar como seria terrível enfrentar a noite naquele resto de hospital. Tanto que aceitaram dar alta para ele sob minha responsabilidade. Por volta das 21:00 Horas de ontem saímos de lá. Graças a Deus meu filho melhorou e estou ainda mais ligada nos cuidados com ele para que não seja necessário depender da saúde pública tão cedo. Sinto vergonha de quem defende a classe corrupta, que deixa de investir no que realmente interessa para sugar o que nos pertence por direito. Se eu tenho ou não condições de pagar médico particular isso não significa que eu não tenha o direito de usufruir daquilo que pertence a todos. Acorda povo. Precisamos abrir nossos olhos quanto aos nossos direitos. Quanto aos impostos que pagamos e infelizmente nunca vemos o retorno. ?
??
Cadê a saúde de primeiro mundo???
Cadê o novo hospital que
nunca fica pronto ???
Cadê a verdade por trás de tanta injustiça com o povo senhores governantes????
Vergonha e indignação !!!”

Deixe uma resposta