No menu items!
22.3 C
Rio Branco
segunda-feira, junho 21, 2021

O Major Rocha indica o vice e eu decido, diz Gladson Cameli. Mara e Velloso disputam a vaga

spot_img

Últimas

O candidato a vice governador pela oposição será anunciado pelo senador Gladson Cameli na primeira semana de março. A indicação será do deputado Major Rocha (PSDB), como deixou claro o próprio senador em entrevista ao acjornal na tarde desta quarta-feira. O PSDB é o único aliado ainda não contemplado na chapa majoritária. Cameli descartou o DEM e disse que a escolha do vice será somente sua.

O nome apresentado pelo deputado tucano sairá de uma disputa silenciosa nos bastidores tucanos entre a jornalista Mara Rocha e o médico Paulo Velloso. Em princípio, Mara está lançada pré-candidata ao Senado, mas as chance de ela ser emplacada é remota, tendo em vista as pré-candidaturas de Marcio Bittar e Sérgio Petecão. Velloso chegou a ser dado como certo, sobretudo pela bem sucedida articulação pessoal que tem feito desde a metade do ano passado.

Se for preterida, Mara sairia para deputada estadual, casando votos com o irmão.

Se Velloso não for o escolhido, ele não disputaria a nenhum cargo eletivo.

Veja abaixo a entrevista com o senador

acjornal – O senhor prometeu o quê para quem?

Gladson Cameli – Vamos lá. É preciso deixar claro, de uma vez por todas, que eu não prometi nada pra ninguém. Existe muita conversa, inclusive usando o meu nome de uma forma indevida. Eu convidei o DEM para indicar o vice, é verdade. Foi estipulado um prazo para que me fosse apresentado, e esse prazo venceu. Então, não tenho mais compromisso com o Democratas.

acjornal – O senhor já sabe quem será o vice?

Gladson Cameli – Não houve até aqui um consenso dos partidos de oposição sobre esse nome. Irei retornar a Rio Branco nos primeiros dias de março, convocarei a imprensa e vamos anunciar o vice. É nesse momento em que os senadores (candidatos) irão anunciar seus suplentes também.

acjornal – Não estava certo que o vice seria tucano?

Gladson Cameli –  Estava tudo certo, até que foi lançado o nome da Mara Rocha para o Senado. Aí ficou difícil. Mas eu te adianto que estou em conversas muito adiantadas com o PSDB. O major Rocha irá provavelmente indicar o nome. Esse será apresentado pelo major Rocha. No entanto, a palavra final será minha.

acjornal – O senhor interferiu em Brasília junto ao DEM Nacional?

Gladson Cameli – Não existe nenhuma ação minha, seja com o senador Agripino (presidente nacional do DEM), seja com qualquer outro dirigente democrata, no sentido de tomar o DEM no Acre. As divergências que por ventura estejam ocorrendo internamente são problemas deles. Acho que o coronel Ulisses tem todo o direito de disputar as eleições. Ele é maior de idade e sabe o que é melhor para ele. A minha preocupação nesse momento é continuar trabalhando em prol do desenvolvimento do nosso estado.

acjornal – O PMDB entra nessa disputa pelo vice?

Gladson Cameli – De jeito nenhum. O PMDB já está contemplado com a indicação de uma vaga ao Senado, assim como o PSD. Vamos contemplar os que ainda não foram contemplados. Eu dei tempo suficiente para que todos os partidos entrassem num consenso. O martelo será batido por mim. Ponto.

acjornal – A sua assessoria jurídica está preparada para o embate?

Gladson Cameli. Pode ter certeza que sim. Eu farei uma campanha limpa, livre de qualquer ofensa aos meus adversários. Eu tenho argumentos para conversar com os meus eleitores. Antes de ser senador, eu sou cidadão e os nossos mandatos falam por si. Jamais aceitarei ataques à minha honra e à minha família. Eu vejo os acreanos muito preparados para discernir a mentira da verdade. Estou tranquilo quanto ao plano de governo que iremos apresentar, mas, pode anotar, em hipótese alguma será tolerada a baixaria. Nossos advogados estão orientados a buscar os tribunais diante da infâmia e a desonra. No mais, vamos trabalhar, por que a vida de cada cidadão acreano depende de governos comprometidos com o interesse público.

 




- Advertisement -spot_img

Mais notícias