Lideres religiosos serão multados por propaganda politica nas igrejas

0

Pastores evangélicos e padres que permitirem propaganda politica em igrejas deverão pagar multas que chegam a R$ 8 mil. Uma recomenda foi feita pela promotora eleitoral Alessandra Marques a todos os lideres religiosos, apos denuncia exclusiva do acjornal em que o senador Jorge Viana e o candidato petista ao governo, Marcus Alexandre, são flagrados pedindo votos dentro da Igreja Metodista Wesleyana, na Baixada da Sobral, no dia 7 de agosto.

Vasto material de campanha foi fotografado por um fiel e enviado a redação do acjornal. Horas antes, o PT emitiu um convite, informando a igreja como local de um “encontro com Deus” e com a presença dos candidatos majoritários da Frente Popular.  Na recomendação, a promotora pede que os lideres religiosos nao façam e nao permitam que seja feita propaganda eleitoral nas igrejas.

As igrejas sao beneficiadas com isenção tributaria com a finalidade de promover a fé religiosa e, portanto, é vedado aos partidos políticos e candidatos receber, de forma direta ou indireta, doação em dinheiro, incluindo qualquer tipo de publicidade, que tenha como origem os templos”, lembra Alessandra Marques.

No caso do flagrante do dia 7 de agosto, o pastor Clevis, da Wesleyana da Sobral, sequer foi advertido.

Deixe uma resposta