Apos denuncia do acjornal, Governo do Acre suspende contrato e salarios de medico que mora em Joinville

0

O secretario Rui Arruda informou que estão suspensos os salários do medico Martoni Moura e Silva, contratado como clinico geral pela Sesacre. Em reportagem exclusiva do acjornal (veja AQUI) ficou provado que o medico reside em Joinville (SC) e recebe R$ 15,1 mil mensais para trabalhar dois ou três dias em Rio Branco, em seu consultório particular. O medico não comparece em nenhum hospital e recebe as demandas – cerca de 35 pacientes ao dia – direto da Fundação Hospitalar. O secretario, por meio de nota, diz:

“Em relação ao médico Martoni Moura e Silva, a Secretaria Estadual de Saúde esclarece que não compactua com descumprimento de carga horária por parte de nenhum servidor.
Por isso, já foi determinada a imediata suspensão do contrato, de qualquer pagamento ao servidor, até a apuração rigorosa e adoção de medida definitiva nos termos do direito administrativo.
Reafirmamos o nosso compromisso de zelar pelo bem público e oferecer um serviço de saúde baseado nos princípios da equidade e qualidade”.

Nota da redaçao

A Editoria de Politica do acjornal elogia a postura do secretario, entendendo ter sido austera e necessária a decisão de investigar. No entanto, espera haver interesse real da administração publica em identificar quem, de fato, permitiu facilitações e privilégios neste caso, obviamente incursos em crime de improbidade.

Respeitaremos os prazos de lei, inclusive para a ampla defesa dos envolvidos no campo da investigação administrativa, mas outras cobranças serão feitas no sentido de se esclarecer, em especial a sociedade, desde quando as irregularidades veem causando prejuízos aos cofres públicos. E, claro, diante da confirmação da fraude, que sejam devolvidos os recursos recebidos ilegalmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here