Deputado se explica após atirar no carro do primo: voz de prisão e “crime de dano”

0

O deputado Gerlen Diniz (PP) usou sua rede social para explicar a confusão que virou caso de polícia, na noite deste dominho, em Sena madureira. Ele disse estar jantando com dois amigos, numa churrascaria, quando percebeu que o seu veículo havia sofrido uma avaria. O deputado, segundo comenta, seguiu o carro que, supostamente, teria batido no seu, e percebeu que era do seu primo, uma caminhonete prata. O que aconteceu a seguir foi relatado num boletim de ocorrência, com a transcrição abaixo:

“Meus amigos, boa noite! Hj por volta das 19h30 eu estava jantando com três amigos (Jr. Pantico e Moisés) no Churrasquinho do Gaúcho, qdo derrepente ouvi um forte barulho como se um veículo houvesse batido no meu carro, visualizei uma caminhonete cor prata com dois ocupantes, não sabendo identificar na ocasião quem eram os mesmos. Ao invés da caminhonete prata parar, a mesma acelerou tentando se evadir. Corri p meu carro e fui atrás da mesma. Após acompanhá-lo, percebi pela placa que o veículo pertencia ao cidadão supra descrito, e embora tentasse pará-lo, o mesmo tentava a todo custo se evadir. Acionei a PM e após várias tentativas, consegui intercepta-ló nas proximidades da delegacia, momento em que efetuei um único disparo no pneu da caminhonete, tentando evitar q o mesmo fugisse. Ao abordá-lo, o mesmo já estava sozinho e aparentemente embriagado. Dei voz de prisão ao mesmo pelo crime de dano, já que o dano no meu veículo foi causado com uso de objeto e não por colisão.

Deixe uma resposta