Exclusivo: Sawana cancelou multa por embriaguês de ex-secretária e atual candidata a deputada federal pelo PT

0

Uma decisão administrativa perdoou a multa, no valor superior a R$ 1.9 mil, aplicada por agentes de trânsito contra a então subsecretária de Pequenos Negócios do Acre, Silvia Monteiro. A mulher, hoje, é candidata a deputada federal pelo PT, sendo um dos postulantes protegidos do governador Tião Viana, e preparou sua candidatura há alguns anos, quando distribuiu pessoalmente kit´s de      para famílias pobres no Acre. A reportagem teve acesso a documentos oficiais do Detran, detalhando todo o andamento do processo. A autuação é datada de 31 de agosto de 2014. O cancelamento da multa foi confirmado em 9 de setembro, através de um comando dado por um operador do sistema, atendendo a ordens superiores (decisão administrativa). Sílvia já era badalada como pré-candidata a deputada federal. A primeira dama Marlúcia Cândida, chegou a pedir que ela apoiasse a sua preferida para a Assembléia Legislativa naquela época – exatamente Sawana Carvalho, que estava diretora geral do Detran, e hoje responde pela SGA (Secretaria de Gestão Administrativa).

Silvia Monteiro foi parada numa blitz na Rua Izaura Parente, em frente ao então Iapen (Instituto Penitenciário). Ela alegou ter ingerido meio vidro de Maracugina, fitoterápico indicado de efeito sedativo, e se negou a soprar o bafômetro. O agente de trânsito constatou sinais de alteração de capacidade psicomotora, registrou que a condutora dirigia sob efeito de álcool, reteve a sua CNH e liberou o veículo para outra pessoa devidamente habilitada e sóbria. O processo aberto contra Sílvia Monteiro resume o caso: autuação por dirigir sob efeito de álcool. Sílvia devia ter perdido 7 pontos na carteira.

Multas podem ser canceladas apenas em casos específicos.

Podem ser canceladas multas com erros formais em seus dados, como o local, a data e o horário, falta ou incorreto enquadramento da infração cometida, que não esteja contendo o modelo do veículo ou que ele ainda esteja diferente do auto de infração. No caso de Sílvia, não foi dada qualquer satisfação para o cancelamento.

Também podem ser canceladas multas com falta ou cor do veículo diferente do que consta no auto de infração, sem identificação ou assinatura da autoridade ou do agente de trânsito com qualquer dado obrigatório que não esteja constando ou apresente erros. São passíveis de cancelamento também multas com rasuras ou sem o devido preenchimento da placa do veículo – ou devido a uma sinalização inadequada da estrada ou se a notificação estiver fora do prazo estabelecido.

 

Errata

Sílvia é filiada ao Partido da Mulher Brasileira, PMB, pelo qual disputa as eleições de 2018, e não pelo PT, como afirmado acima. É candidata favorita da primeira dama e foi assessora do então senador Tião Viana.

Deixe uma resposta