Ney Amorim crava o azul no peito, mas ninguém comenta cisão com PT

0

O deputado Ney Amorim, candidato a senador pelo PT, sacramentou apoio a um candidato da oposição que disputa a Câmara Federal. A reunião ocorrida nesta terça-feira selou as boas vinda do deputado a um forte grupo que apóia o senador Gladson Cameli (PP) ao Governo do Acre. O acjornal havia antecipado a aliança (veja AQUI) e as razões do rompimento parcial com a legenda de Jorge e Tião Viana (veja AQUI). Apesar da imagem dizer tudo, as assessorias do deputado e do próprio PT não comentam o assunto. O Partido dos Trabalhadores emitiu nota pública reafirmando a unidade da Frente Popular.

Nos bastidores, prevalece a guerra surda entre militantes de Ney e Jorge Viana, o que deve se acirrar nas horas que antecedem as eleições. Isso por que o crescimento do deputado é notório (empate técnico entre os dois candidatos ao Senado Federal, segundo pesquisa do Real Time Big Data divulgada nesta terça), faltando ainda o levantamento das intenções de voto da Agência Delta (sábado) e do Ibope (na sexta). A reportagem apurou que, dependendo de algumas “situações”, Ney pode subir ao palanque de Gladson antes do que se imagina, sobretudo pelas projeções de vitória da oposição no primeiro turno.

Deixe uma resposta