Huerb: montanha de lixo infectante só cresce à espera de uma coleta que não vem

0
36

Todo o lixo hospitalar produzido no Huerb nos últimos dias está amontoado, à espera de coleta. Imagens foram enviadas por servidores do hospital na manhã desta quarta-feira. O acjornal constatou que o antigo Necrotério serve de depósito para material perfuro cortante (lâminas, agulhas e outros) embalados em sacos plástico, além de material utilizado em suturas, curativos e procedimentos similares. Sangue humano escorre no pequeno ambiente, atraindo moscas e insetos diversos. O mau cheiro chama atenção de pedestres que transitam pela Rua Izaura Parente, nas proximidades de uma parada de ônibus. Trabalhadores da obra do novo Pronto Socorro também se dizem incomodados. Os servidores que fizeram a denúncia informaram quer a empresa que faz a coleta teve o contrato suspenso. A Red Pontes, empresa responsável pela limpeza interna, disse que não tem qualquer responsabilidade pela coleta externa. “Nós fazemos a coleta do lixo dentro do hospital e o depositamos no lugar indicado pela direção do Huerb. O nosso trabalho termina ali”, disse Júlio César Pontes, responsável pela Red Pontes que atendeu a nossa reportagem. Ele informou que o lugar indicado pelo Huerb “é este mesmo” e não há um contêiner apropriado para evitar a contaminação do ar e a exalação de odores. A direção do Huerb não foi localizadas para responder as denúncias.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here