A assessora parlamentar Nelly Alves passou cerca de 40 minutos em poder de integrantes de uma facção criminosa, na última segunda-feira. A mulher é lotada no gabinete da vereadora Elzinha Mendonça e estava coletava informações e imagens de uma região no Ramal Benfica. os registros serviriam para a apresentação de indicações pela vereadora.

A assessora foi colocada dentro de um veiculo e levada para um outro ramal a 5km do local onde ela estava. “Foi um rapto. Ela foi machucada. Mexeram no telefone dela. Ela passou 40 minutos respondendo perguntas. Eles pensavam que ela estava ali fotografando algo a mando de uma facção rival”, disse uma sobrinha de Nelly que procurou ajuda do acjornal antes de a mulher ser libertada. “Foi confundido com espionagem ou algo parecido”.

A reportagem entrou em contato com a família de Nelly. Um homem que atendeu ao celular confirmou a versão de “rapto”, mas tranquilizou ao afirmar que a servidora pública já voltou ao trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here