Manuel Marcus e Juliana, impedidos de serem diplomados, também não serão empossados e cassação de registro é próximo passo

2

Serão diplomados 23 deputados estaduais do Acre, nesta quarta-feira. E sete deputados federais. Manuel Marcos perdeu o direito à diplomação, por ordem do Tribunal Regional Eleitoral.A mesma decisão vale para a deputada reeleita Doutora Juliana. Ambos estão presos, acusados por corrupção eleitoral. O pedido de não diplomação foi feito pela Procuradoria Eleitoral e, certamente, Manuel Marcus e Doutora Juliana irão recorrer ao TSE.

Se a justiça decidir, no mérito, que os votos foram comprados, estes serão anulados. “Neste caso, teremos uma nova totalização de votos, expurgando-se os votos recebidos por esses candidatos que, automaticamente, terão seus registros cassados. Se a decisão for pela cassação do registro apenas, os votos migrarão para a legenda e assumirão os suplentes diretos”, explica o diretor do T R E, Venícius Ribeiro.

A anulação dos votos implica em nova recontagem, que pode contemplar, inclusive, candidatos de outras coligações. O professor Tião Bocalom, por exemplo, pede que a justiça reconheça o seu direito de assumir a vaga.

Segundo o diretor da |Corte Eleitoral, é possível que chegue a época da posse, em primeiro de fevereiro, sem que haja decisão definitiva sobre o assunto.

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta