MDB de Flaviano Vagner Sales, Sinhazique e Duarte repudiam “deselegância” de Mazinho Serafim

0
44

As declarações feitas pelo prefeito Mazinho Serafim contra o governador Gladson Cameli (PP) foram desrespeitosas e deselegantes. O entendimento é da cúpula do MDB, legenda à qual ainda está filiado o gestor municipal. O partido prepara uma nota pública em que pretende reafirmar seu apoio incondicional ao governo Cameli. Na nota, os emedebistas dirão que a postura de Mazinho não reflete o que pensam seus dirigentes, no cenário local e nacional. Wagner Sales, uma das vozes mais fortes da legenda, participou de uma reunião emergencial com os demais dirigentes, na manhã desta sexta-feira. Em discussão, as atitudes grotescas e desnecessárias do prefeito da terceira maior cidade do Acre, que se assumiu “aliado de todas as horas” e, nas últimas horas, cortou relações com o governo pelo fato de não ter sido contemplado na indicação de cargos para a Educação em Sena Madureira.

“O prefeito não tem o aval do partido para fazer o que fez. Nós não queremos polemizar e até acreditamos que o diálogo deverá prevalecer. Mas, sim, o MDB não concorda com o que foi dito, pois estamos focados em ajudar na governabilidade e na mudança que nós nos propusemos desde a vitoriosa campanha”, disse a deputada Eliane Sinhazique, nomeada secretária de Empreendedorismo e Turismo. Da reunião participaram Pádua Bruzugu, Maria Alice (secretária de Gestão Administrativa), o ex-prefeito Mauri Sérgio e outros. O deputado federal Flaviano Melo avalizou o entendimentos de seus correligionários.

 

 

Deixe uma resposta