O faniquito de um prefeito oportunista, desequilibrado, ingrato, que mentiu ao povo de Sena Madureira

0

Os esturros do prefeito Mazinho Serafim, de Sena Madureira, somente assombram os seus capachos. Alguém precisa dar boas lições no que chamam de gestor público um homem notadamente desequilibrado,  atormentado, que insiste em viver divorciado da razão, do bom senso e da própria saúde.

A última do pançudo boquirroto: achar que tem moral para cortar relações com um governador…e ainda mandar recado malcriado ao chefe do Executivo por meio de notinhas de jornal. Coisa de gentinha birrenta, sem compromisso com o povo que o elegeu, que não merece respeito, que alimenta a sensação de vergonha e nojo que sentimos sobretudo quando as motivações para atos tão levianos são interesses escusos. Sim, escusos. Senão, por que não agradecer por investimentos milionários na terceira maior cidades do Acre, frutos de um esforço feito pelo então senador (a Usina de Asfalto, por exemplo) ao invés de tratar o aliado como inimigo?

O que tem em mente um prefeito que, por não ter emplacado seus protegidos políticos em cargos públicos, decide “se intrigar” com a maioria da população do estado? É certo manter controle de um meio de comunicação, indicando quem vai dizer o quê, contra quem e a favor de quem?

Era em nome de um balcões de negócio que o Mazinho apoiou Gladson Cameli? Se sim, então, este merece desprezo. Não deve ter espaço no projeto da mudança. Mentiu o Mazinho quando, em praça pública, disse ao povo que a sua maior missão era derrotar o PT.  É tão descarado, ingrato e sonso que não temeu ser desmascarado. O vídeo abaixo fala por si.

Prefeito, resolva suas contendas com seus inimigos sem expor ideais que estão acima de faniquitos desnecessários. Vá trabalhar pelo povo, pelas ruas que mais parecem picadões, pelo lixo amontoado por falta de coleta, pelo fundo de garantia dos servidores, pela valorização prometida aos professores.

Vá cuidar de sua defesa nos processos que geraram buscas e apreensões nas repartições públicas do município, e que expõem as vísceras de uma gestão atrapalhada, sem rumo, marcada pela demissão de aposentados, por licitações suspeitas e por proteger secretário ficha suja.

É por gestos desonestos como o seu, prefeito, que as instituições estão desacreditadas, e a esperança na boa política nos parece um objetivo cada vez mais distante.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here