Sete máquinas de propriedade do Governo do Acre, patrimoniada em nome da Secretaria de produção, foram localizadas numa fazenda de propriedade da família do agrônomo Idésio Franke, ex-superintendente do Incra. O maquinário, comprado com recursos públicos, devia estar a serviço da agricultura familiar. Idésio filiado ao PT, um dos defensores da doutrinação petista mais combativos na região.

Exerceu a função de pesquisador da FUNTAC entre os anos de 1990 e 1996. Foi diretor de C&T do Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário de 2005 a 2010. Foi Superintendente Regional do Incra no Acre no período de Março de 2013 a Abril de 2014. Foi Presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural – EMATER-AC no período de maio de 2015 e maio de 2016. É Pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

A fazenda de alto padrão está situada no Ramal Monte Alegre, na estrada que dá acesso a Plácido de Castro. A propriedade está em nome da empresária Janete Erote Franke, irmã de Idésio. As máquinas ( tratores de esteira, de pneu e aradores de terra) foram recolhidas ao pátio do Deracre em Senador Guiomard. Idésio e sua irmã serão intimados a comparecer à polícia e prestar esclarecimentos. Dependendo do entendimento do delegado, eles serão indiciados por apropriação de patrimônio público.

Investigadores da polícia civil acompanhados de policiais militares já localizaram outras três máquinas do governo dentro de propriedades rurais particulares. Eles estão em diligência. O imóvel fica na mesma região. O maquinário deve ser recolhido a qualquer momento.

 

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta