Ney Amorim é nomeado secretário de Articulação Política. Governo do Acre terá assessor extraordinário

0

O ex-presidente da Assembléia Legislativa, Ney Amorim, está nomeado secretário de Articulação Política do governo. O ato está no Diário Oficial desta sexta-feira (8). Amorim não pertence mais ao PT desde o ano passado e a sua decisão de se desfiliar do partido ocasionou uma debandada em massa de eleitores descontentes com a fracassada administração do médico Tião Viana.

O governador Gladson Cameli também criou o cargo de Secretário Extraordinário. O ocupante, que deve ser conhecido somente na segunda-feira, terá a responsabilidade de assessorar o governo em assuntos estratégicos.

Cameli segue apostando na capacidade de Ney Amorim em garantir consenso entre os líderes partidários, na Câmara Federal e na Aleac, para aprovar as propostas e projetos de interesse do Poder Executivo e, assim, garantir uma governabilidade tranquila. Amorim, inclusive, tem a aprovação de todos os parlamentares estaduais como um “político jovem, idealista e extremamente habilidoso”. Fora do parlamento, o ex-deputado congrega simpatia de diversas classes sociais e categorias funcionais, do segmento jovem aos grupos de idosos.

Para o governo, a escolha segue o critério técnico.

Deixe uma resposta