Mesmo nome, mesma pronúncia e mesma grafia: comissionado nomeado pelo vice-governador é homônimo de “Batman” preso

0

Um comissionado nomeado pelo vice-governador Major Rocha tem o mesmo nome, a mesma pronúncia e a mesma grafia do presidiário Waldemar Correia de Queiroz, que está preso sob a acusação de estuprar uma menina de 12 anos. O acjornal noticiou a nomeação, na manhã desta quinta-feira, sem jamais imaginar que o criminoso e o novo servidor do Estado fossem, na verdade, homônimos.

Waldemar Correia de Queiroz, o comissionado nomeado, é indicação do deputado Raimundo Neném (Solidariedade) e não tem envolvimento com crimes. Ele é natural de Cruzeiro do Sul e mais conhecido como “Queiroz”.

A Secretária de Comunicação Social e o porta voz do governo, o jornalista Rogério Venceslau, esclareceram a confusão, causada involuntariamente pela notícia, embora compreendam ser muito rara e inusitada a ocorrência de situações como esta. O deputado enviou uma foto do “Queiroz” citado no decreto de nomeação 1.236, de 11 de março de 2019.

O jornalista Assem Neto, diretor do site, pede desculpas públicas por quaisquer constrangimento que a matéria tenha causado, mas faz a ressalva de que, com nomes idênticos, é praticamente impossível não ser induzido ao erro, principalmente por que o Diário Oficial não trás a fotografia das pessoas mencionadas.

Por não haver interesse público – e diante dos esclarecimentos devidos, a Editoria do acjornal decidiu excluir a reportagem anterior.

Deixe uma resposta