Bittar ajuda a enterrar CPI da Lava Toga e revolta internautas

0

A segunda tentativa de instalar uma investigação contra ministros de cortes superiores naufragou no Senado. O pedido da chamada CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Lava Toga foi barrado pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) por 19 votos contra 7. O senador Márcio Bittar (MDB-AC) foi um dos que votaram pelo arquivamento da proposta. E acabou sendo bastante criticado nas redes sociais por isso. Para muitos internautas, o senador acreano fez uma escolha que pode lhe render rejeições em níveis incalculáveis. “Ele (Bittar) preferiu seguir o Renan (Calheiros)”, disse um internauta do Acre. “O cara prefere apoiar a corrupção do que estar com o povo”, criticou outro. A repercussão está sendo maior nos grupos de whatsapp voltados ao debate político. 

Bittar não explicou os motivos de seu voto. 

Deixe uma resposta