Idosa em estado grave agoniza em maca e médico se diverte no Zap, no Huerb

0

Uma idosa de 60 anos está há 12 horas sobre uma maca, no Pronto Socorro de Rio Branco, com o diabetes alterado, plaquetas baixas, hepatite C e sem os movimentos das pernas. A mulher foi transferida da UPA Sobral, por volta de 22: 30hs deste domingo, com a recomendação de ser avaliada por um infectologista. O médico não havia aparecido até o fechamento desta reportagem, na manhã desta segunda.

A acompanhante, filha da idosa, extremamente irritada com a demora, ficou ainda mais decepcionada ao chegar no Huerb amparando a mãe. Dona Socorro Araújo, a paciente, aparece num vídeo agonizando, envolvida em cobertores, enquanto, ao lado, um médico se diverte, rindo à tôa, manuseando o celular. Ele estava no aplicativo Whatsapp (veja abaixo). 

A reportagem falou com Gleidiane Araújo, a filha, às 8 horas. “Minha mãe está pela misericórdia. O soro que botaram na veia dela na UPA da Sobral ainda não foi trocado. Foi uma noite fria, difícil para ela, em cima de uma maca, sem o mínimo de conforto…e o infectologista não chega”, denuncia Gleidiane. A filha recebe ajuda de acompanhantes de outros pacientes para movimentar a sua mãe sobre uma maca sem forro. 

 

Deixe uma resposta