Mentor do esquema de corrupção na Emurb, Jackson Marinheiro deixa a prisão por tornozeleira

0

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça concedeu durante a sessão desta quinta-feira (16), um habeas corpus a Jackson Marinheiro. O HC foi aceito por unanimidade. Votaram a favor o relator do processo, Samoel Evangelista, e os desembargadores Pedro Ranzi e Élcio Sabo Mendes Junior.

Jackson Marinheiro estava preso desde o dia 30 de Marco, por descumprir medidas cautelares – ele comercializou gado de sua fazenda que estava indisponível por ordem da justiça. Nesse período, a justiça negou três perdidos de liberdade ao ex diretor da Emurb,acusado de ser o mentor de um escândalo de desvio de recursos públicos. 

 A defesa do ex gestor aguarda a expedição do alvará de soltura. Na mesma decisão, foram decretadas, algumas medidas cautelares, entre elas a utilização de tornozeleira eletrônica.

Deixe uma resposta