Procuradora geral de Justiça determina investigação contra secretária de Comunicação de Gladson por suposta improbidade

0

A procuradora geral de Justiça, Kátia Rejane, determinou a abertura de Inquérito de Improbidade a fim de apurar conduta da secretária Silvânia Pinheiro (Comunicação Social), do Governo do Acre. O pedido de abertura de investigação foi protocolado pelo jornalista Assem Neto, e em nome do acjornal. Um email remetido ao jornalista no final da tarde desta sexta-feira confirma a abertura da investigação. 

“Informo que a notícia de fato foi encaminhado à 2ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Patrimônio Público e Fiscalização das Fundações e Entidades de Interesse Social, para as devidas providências, diz o correio eletrônico do Gabinete da Procuradoria Geral de Justiça. A promotora Myrna Mendoza é titular da referida promotoria. 

O governador Gladson Cameli é co-responsável por responder pelos atos de sua secretária,entende o advogado Pedro Diego de Amorim, que assina a petição.

À petição foram juntadas provas de que a Agência Contilnet Notícias pertence ao grupo familiar da secretária. A irmã, Wânia Pinheiro,empresária,ex-prefeita de Sena Madureira, é sócia. A sobrinha, Marina Pinheiro, também. Como gestora da verba institucional destinada a pagar por serviços de publicidade, a secretária não poderia se envolver, ainda que indiretamente.

A Companhia de Selva efetuou pagamentos globais no valor acima de R$ 850 mil no mês de março. Entre os beneficiários está a empresa Contil. 

No pedido, Assem Neto sugere que o Ministério Público solicite à justiça a abertura de informações até então restritas à Secom e à agência. O objetivo é convencer o juiz a solicitar os planos de mídia e os extratos bancários da Cia de Selva, a fim de comprovar ou não a improbidade. 

Deixe uma resposta