Solidariedade do Acre deve expulsar deputado Nenem Almeida, que pediu a cabeça de André Hassen, presidente do Imac

0

O Solidariedade organiza reunião extraordinária da Executiva Estadual para decidir sobre a conduta do deputado estadual Neném Almeida. O parlamentar, que pode ser expulso da legenda, se insurgiu contra a direção do partido, que indicou André Hassen para presidir o Instituto de Meio Ambiente (Imac).

O governador Gladson Cameli havia anunciado a exoneração de Hassen, supostamente atendendo a um pedido de Almeida. O decreto de exoneração está batido desde a quinta-feira passada, mas não seguiu para o Diário Oficial. E nem seguirá. Cameli aceitou os argumentos da deputada, para quem a gestão do Imac é correta e atende ao padrão estabelecido pela reforma administrativa.

A reportagem apurou que a deputada federal Vanda Milani não está satisfeita com a postura do parlamentar. Neném, ao saber que não conseguiu o seu objetivo, telefonou para André Hassen, nesta segunda-feira, para dizer-lhe que não tem nada pessoal contra o dirigente do Imac.  

Vanda Milani falou à reportagem:

“Eu não entendo como uma pessoa que foi contemplada nos espaços de poder se insurge desta forma. O senhor Neném, desde o início, tem rebatido contra mim, inclusive fazendo gestões pessoais para ter o Imac sobre o seu comando. Ora, é preciso enaltecer o governador nessa questão. Ele honrou o seu compromisso com os partidos e teve a paciência de me ouvir nesta questão. O Imac tem dado respostas de gestão positivas nesses meses. Por exemplo: o Dom Porquito, que estava há anos sem licenciamento, já pode cumprir a sua missão. As outorgas da água, do peixe e do gado também foram conquistadas. Como pode pedir a substituição de um gestor que está trabalhando, sem dar qualquer satisfação? Pelo que sei, o André Hassen em nenhum momento se indispôs com o governo ou constrangeu a administração pública. Além disso, o Solidariedade tem sido solidário com aqueles que buscam, de fato, o melhor para o nosso povo. De resto, a ingratidão é algo que dispensa mais comentários”, declarou a deputada. 

Deixe uma resposta