Militar fantasma da Sefaz é exonerado após denúncia do acjornal; Rocha dá vaga a ex-assessora de Raimundo Angelim

0

João Carlos de Amorim neto, aluno do curso de formação de soldados da Polícia Militar do Acre, foi exonerado do cargo em comissão referência CEC 6, de acordo com diário oficial desta sexta-feira. O acjornal denunciou nesta semana que o rapaz foi indicado pela secretária Semírames Oliveira para motorista na Secretaria Adjunta de Licitações. Apesar da ilegalidade, João deve receber metade dos R$ 7 mil de salários, embora não tenha comparecido para trabalhar. A preparação para soldado exige dedicação exclusiva. Veja  AQUI denúncia fundamentada em documentos oficiais que obrigaram o governador em exercício, Major Rocha, a exonerar o militar.   

A vaga não ficou aberta nem por horas. De imediato, o governo removeu a ex-secretária parlamentar do ex-deputado federal Raimundo Angelim, Jéssica Pasa Borges, para ocupar o cargo da Sefaz. Jéssica estava lotada como diretora financeira e administrativa da Polícia Civil. 

Os critérios de nomeação continuam sendo criticados nas redes sociais, seja pela escolha que viola a legislação, seja pelo privilégio a pessoas que não ajudaram na campanha eleitoral – enquanto dezenas de aliados protestam por espaço no governo. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here