No menu items!
32 C
Rio Branco
segunda-feira, outubro 19, 2020

DIRETORIA DO SINTEAC SENTA COM SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO PARA TRATAR DA DATA BASE DA CATEGORIA

Últimas

Gladson Cameli amplia relação com povos indígenas em visita à Aldeia Sagrada Yawanawá

Com o propósito de ampliar o diálogo com as comunidades indígenas e oferecer benefícios da sua gestão, o governador Gladson Cameli visitou, no último...

Lázaro Barbosa, advogado e jornalista, a opção para representar os seus direitos

Lázaro Barbosa tem 47 anos, dos quais 15 dedicados ao jornalismo e 10 dedicados à Advocacia. Na função de jornalista (ocupou função de destaque...

Se depender do apoio de Bolsonaro e Malafaia, Roberto Duarte e Antônia Lúcia já podem calafetar a balsa

É costume candidatos soltarem gravações com celebridades públicas para atrair votos. No caso do candidato a prefeito de Rio Branco pelo MDB, Roberto Duarte,...

Blog do Assem: Correinha na mira da caneta azul

O Correinha continua aprontando e acredita que a caneta azul secou. Talvez a reaproximação do governador e seu vice lhe deixa mais à vontade para...

Em Cruzeiro do Sul, Justiça Eleitoral nega candidatura do humorista “Neto Cabeção”

Francisco das Chagas Rosas Neto (Neto Cabeção), é uma figura bem-humorada e conhecida dos cruzeirenses. Filiado ao PDT, Neto Cabeção tentava uma vaga de...

A professora Rosana Nascimento, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac) esteve no gabinete do secretário estadual de Educação Mauro Cruz, para tratar de vários assuntos relacionados à categoria, além das políticas educacionais e dos vários problemas que a educação enfrenta. Durante o encontro foi tratado da eleição de escolha dos gestores das escolas da rede pública. “Aproveitamos a ocasião, para pedir que fossem apuradas as denúncias e reclamações que os candidatos que pretendem concorrer ao pleito vêm questionando”, revelou.
A sindicalista cobrou a apresentação da contraproposta do governo da data base da categoria que ainda não fechou. Afinal, a equipe de negociação já deveria ter entregue o documento, com os pontos que o governo do Estado pretende atender o movimento sindical, porém, os pontos pactuados ainda não foram assinados. O Sinteac pediu que o professor Mauro desse uma atenção especial neste assunto, além de contribuir para fechar a negociação, inclusive, ajudando a avançar nos pontos que continuam emperrados. “ Faltou incluir esta proposta que está na mesa de negociação o pleito dos coordenadores administrativos, secretários escolares, não concursados, definição dos Pisos Salariais, inclusive o problema dos não concursados que ingressaram no serviço público antes da Constituição Federal e a equiparação salarial dos provisórios com o efetivo e a inclusão do índice inflacionário de 2019”, revelou .
A presidente do Sinteac considerou que reunião foi uma conversa muito amistosa e já deixou outra reunião marcada para próxima semana juntamente com equipe de negociação em busca de avançar ainda mais os pontos pendentes e fechar a data base de 2019. Rosana disse que também faltou tratar da incorporação do prêmio da Valorização Profissional (VDP), pois a categoria deliberou pela incorporar nos vencimentos e o governador anunciou que determinou incorporar não adicional. A diretoria falou sobre a contratação dos concursados ampliando o número de vagas, da importância de criar mais vagas efetivas tanto de professor quanto funcionários de escola qualificados.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui