No menu items!
32 C
Rio Branco
segunda-feira, outubro 19, 2020

Cel. Ulisses conclui missão dada por Sérgio Moro e assumirá Comando Geral da PM no Acre

Últimas

Gladson Cameli amplia relação com povos indígenas em visita à Aldeia Sagrada Yawanawá

Com o propósito de ampliar o diálogo com as comunidades indígenas e oferecer benefícios da sua gestão, o governador Gladson Cameli visitou, no último...

Lázaro Barbosa, advogado e jornalista, a opção para representar os seus direitos

Lázaro Barbosa tem 47 anos, dos quais 15 dedicados ao jornalismo e 10 dedicados à Advocacia. Na função de jornalista (ocupou função de destaque...

Se depender do apoio de Bolsonaro e Malafaia, Roberto Duarte e Antônia Lúcia já podem calafetar a balsa

É costume candidatos soltarem gravações com celebridades públicas para atrair votos. No caso do candidato a prefeito de Rio Branco pelo MDB, Roberto Duarte,...

Blog do Assem: Correinha na mira da caneta azul

O Correinha continua aprontando e acredita que a caneta azul secou. Talvez a reaproximação do governador e seu vice lhe deixa mais à vontade para...

Em Cruzeiro do Sul, Justiça Eleitoral nega candidatura do humorista “Neto Cabeção”

Francisco das Chagas Rosas Neto (Neto Cabeção), é uma figura bem-humorada e conhecida dos cruzeirenses. Filiado ao PDT, Neto Cabeção tentava uma vaga de...

O coronel Ulisses Araújo assumirá o Comando Geral da Polícia Militar do Acre. Em 10 de novembro, próximo domingo, finda a missão dele frente à Secretaria Nacional de Segurança Pública. Um documento assinado pelo general Guilherme Teófilo informa ao Governo do Acre que Ulisses estará “desmobilizado” no dia 10 após ter colaborado na elaboração do Plano Nacional de Segurança para todos os estado.

“É natural que (Ulisses) sendo o oficial mais antigo em atividade assuma o Colmando da PM. Esta regra é pacífica na caserna”, comentou o secretário Paulop César (Segurança Pública do Acre).

Num grupo de Whatsapp restrito a militares, Ulisses respondeu com um emotion simbolizando a expressão “amém” ao ser questionado se seria ele mesmo o próximo comandante.

O atual gestor da PMAC, coronel Ezequiel Bino, emitiu uma nota, na noite desta quarta-feira, afirmando que Não briga com política (veja AQUI). Numa nota escrita por ele mesmo, Bino não parece concordar com o critério usado para a nomeação de Ulisses.

 




- Advertisement -

Mais notícias