No menu items!
22.1 C
Rio Branco
sexta-feira, outubro 23, 2020

Presidente da Aleac desce sem seguranças, suspende votação e chama trabalhadores para debater reforma; vídeo

Últimas

DCE da Ufac e UMES/AC promovem debate com os candidatos a prefeito de Rio Branco

DCE da Ufac e UMES/AC promovem debate com os candidatos a prefeito de Rio Branco Estabelecer um diálogo político com a academia. Esse é o...

Dez servidores da Aleac são afastados da vida pública em operação da PF por “rachadinha”, contratação de fantasmas e fraude em contratos de publicidade

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (22), a “Operação Res Principis” na capital acreana, Rio Branco, e em Chopinzinho, no interior do Paraná, visando...

PF faz buscas na Assembleia Legislativa do Acre e apreende documentos em empresa terceirizada

A Polícia Federal amanheceu cumprindo ordens judiciais para busca e apreensão em Rio Branco. A empresa Maia e Pimentel é uma das investigadas. A...

 Prefeito petista de Xapuri manda única retroescavadeira para fazenda de amigo e município leva prejuízo de R$ 500 mil

 Uma retroescavadeira avaliada em quase meio milhão de reais, pertencente à Prefeitura de Xapuri, teria ficado inoperante ao cair de uma ponte, dentro de...

Advogado Lázaro Barbosa promete, se eleito, desmontar em 3 meses o esquema das empresas de ônibus em Rio Branco

O candidato a Vereador Lázaro Barbosa, jornalista e advogado, apresentou nas suas redes sociais uma proposta que está repercutindo bastante, destinada a baixar o...

O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Nicolau Júnior, desceu as escadarias da Aleac , sozinho e sem seguranças, e foi ao encontro dos servidores públicos e sindicalistas que protestavam contra a proposta que readequa a Previdência Estadual.

O deputado garantiu que a lei não será votada nesta semana. Os trabalhadores aplaudiram a decisão.

Para Nicolau, “é preciso haver uma discussão exaustiva com a categoria e os sindicatos, a fim de explicar as mudanças que, na verdade, atendemao pacote sugerido pelo presidente Jair Bolsonaro e já está aprovado no Congresso Nacional.

“Nós abrimos as portas do diálogo, reabrimos a negociação e não pretendemos votar nada até que os trabalhadores sejam informados sobre o teor da proposta. Acredito num entendimento. Democratizar as discussões é obrigação da Casa do Povo”, declarou o deputado.

[videopress tFlzh3QQ]

Presidente




- Advertisement -

Mais notícias