No menu items!
32 C
Rio Branco
segunda-feira, outubro 19, 2020

Prisão de faccionados mobiliza policiais e parlamentares em Xapuri

Últimas

Gladson Cameli amplia relação com povos indígenas em visita à Aldeia Sagrada Yawanawá

Com o propósito de ampliar o diálogo com as comunidades indígenas e oferecer benefícios da sua gestão, o governador Gladson Cameli visitou, no último...

Lázaro Barbosa, advogado e jornalista, a opção para representar os seus direitos

Lázaro Barbosa tem 47 anos, dos quais 15 dedicados ao jornalismo e 10 dedicados à Advocacia. Na função de jornalista (ocupou função de destaque...

Se depender do apoio de Bolsonaro e Malafaia, Roberto Duarte e Antônia Lúcia já podem calafetar a balsa

É costume candidatos soltarem gravações com celebridades públicas para atrair votos. No caso do candidato a prefeito de Rio Branco pelo MDB, Roberto Duarte,...

Blog do Assem: Correinha na mira da caneta azul

O Correinha continua aprontando e acredita que a caneta azul secou. Talvez a reaproximação do governador e seu vice lhe deixa mais à vontade para...

Em Cruzeiro do Sul, Justiça Eleitoral nega candidatura do humorista “Neto Cabeção”

Francisco das Chagas Rosas Neto (Neto Cabeção), é uma figura bem-humorada e conhecida dos cruzeirenses. Filiado ao PDT, Neto Cabeção tentava uma vaga de...

Xapuri, terra do ecologista assassinado, Chico Mendes, no interior do Acre, não tem números alarmantes no mapa da violência acreana quando se refere à onda de assassinatos promovida por membros de facções e narco- traficantes.

Mesmo assim, as autoridades locais estão preocupadas com a possibilidade do municípios se igualar às demais cidades acreanas no índice de criminalidade.

Nesta sexta-feira(8) a Câmara de Vereadores convocou para uma reunião temática, todas as autoridades municipais e estaduais que tratam da questão da segurança pública.

Os parlamentares municipais passaram a manhã reunidos com as autoridades policiais para saber delas quais são os planos para a prevenção da violência no município e o combate à criminalidade já existente na cidade.

“Na semana passada foram presos, aqui, dois membros do comando vermelho vendendo droga nas imediações da principal escola de nossa cidade. A onda de furtos e arrombamento a residências tirou o sossego da gente e, antes que a coisa fique pior, a gente está cobrando das autoridades competentes ações preventivas para não chegarmos ao mesmo caos de violência que chegaram outras cidades acreanas”, ressalta o vereador Eke Teles, autor do pedido da audiência pública.

Participaram dos debates na Câmara de Vereadores de Xapuri sobre violência, o delegado local, juiz e promotor da comarca de regional, comandante do destacamento da Polícia Militar e o prefeito Bira Vasconcelos.

A Secretaria de Segurança Pública foi representada pelo major Casagrande, acompanhado do inspetor da Polícia Rodoviária Federal Getúlio Azevedo.

Na audiência pública ficou decidido que a prefeitura vai criar o Conselho Municipal de segurança pública, para acompanhar a problemática do tema junto às autoridades competentes. Ficou decidido, também, uma série de ações de policiamento preventivo e o repovoamento do posto policial do bairro Sibéria, limite fronteiriço de Xapuri com a Bolívia.




- Advertisement -

Mais notícias