No menu items!
26 C
Rio Branco
sexta-feira, outubro 23, 2020

Comerciante da Via Chico Mendes é flagrado destruindo abrigo de ônibus e prefeitura vai à Justiça

Últimas

Gladson busca apoio do Exército para ofertar água potável em comunidades indígenas e ribeirinhas

Da Secom Os esforços do governador Gladson Cameli para melhorar a qualidade de vida da população acreana não param. Cumprindo agenda em Manaus (AM), nesta...

Polícia investiga prefeito do Acre e suas amantes, que são fantasmas e ostentam na Internet

Enquanto a maioria dos servidores da prefeitura de Xapuri trabalha jornadas de oito horas diárias para ganhar um salário mínimo, duas eventuais funcionárias comissionadas...

Número de alunos entrando no ensino superior público caiu em 2019

O número de alunos entrando em universidades públicas em 2019 foi de 559 mil, uma queda de 3,7% em comparação à quantidade de estudantes...

STF: plenário vai julgar obrigatoriedade da vacina contra Covid-19

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou urgência na tramitação de ações ligadas à vacinação contra a Covid-19. Com isso, o magistrado...

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da Coronavac

Após ser acusada pelo Instituto Butantan de retardar a fabricação da vacina da farmacêutica Sinovac, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou, nesta sexta-feira...

Uma empreiteira de médio porte está tendo dificuldade para modernizar os abrigos para usuários do transporte coletivo da Via Chico Mendes devido a ação de vandalismo de alguns comerciantes locais que não gostam da presença de passageiros de ônibus nas imediações de seus estabelecimentos.

Durante à noite eles mandam derrubar as edificações erguidas no dia anterior. Na última sexta- feira (8) um comerciante do ramo de produtos agropecuários foi fotografado em flagrante por uma equipe da Superintendência Municipal de Trânsito,(rbtrans) no exato momento em que tentava colocar abaixo a estrutura de sustentação para construção do abrigo de ônibus em frente ao seu escritório.

O responsável pelo serviço destruído não quis registrar queixa crime contra o acusado, mas lamenta o prejuízo sofrido.

“A gente tem contabilizado muito prejuízo nessa obra, com material estragado pelos contínuos atos de vandalismo dessa natureza”, disse o encarregado da obra, que pediu à reportagem do Acjornal para não ter o nome mencionado na matéria.

Já o proprietário de uma grande loja de material de construção na Via Chico Mendes encarregou para fazer plantão à beira da calçada para impedir a construção de outra parada de ônibus. O local havia sido demarcado.

A alegação do empresário, que também não quer ser mencionado na matéria, é de que “o ponto de ônibus atrai ladrões devido à aglomeração de pessoas, e isso não é bom para os negócios”

No final da tarde a Secretaria de Obras da Prefeitura de Rio Branco solicitou ao proprietário da empreiteira que anote o nome do estabelecimento comercial cujo dono impõe resistência à construção dos abrigos de ônibus para que ele seja acionado na justiça.

A prefeitura da capital acreana pretende substituir todos os abrigos de ônibus construídos em madeira por novas edificações erguidas em alvenaria, obedecendo ao distanciamento de 300 metros de um para o outro, conforme estabelece o plano diretor da cidade.




- Advertisement -

Mais notícias