No menu items!
22.1 C
Rio Branco
sexta-feira, outubro 23, 2020

Bancada do Acre vai ao Itamaraty para pedir auxílio aos estudantes brasileiros na Bolívia

Últimas

DCE da Ufac e UMES/AC promovem debate com os candidatos a prefeito de Rio Branco

DCE da Ufac e UMES/AC promovem debate com os candidatos a prefeito de Rio Branco Estabelecer um diálogo político com a academia. Esse é o...

Dez servidores da Aleac são afastados da vida pública em operação da PF por “rachadinha”, contratação de fantasmas e fraude em contratos de publicidade

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (22), a “Operação Res Principis” na capital acreana, Rio Branco, e em Chopinzinho, no interior do Paraná, visando...

PF faz buscas na Assembleia Legislativa do Acre e apreende documentos em empresa terceirizada

A Polícia Federal amanheceu cumprindo ordens judiciais para busca e apreensão em Rio Branco. A empresa Maia e Pimentel é uma das investigadas. A...

 Prefeito petista de Xapuri manda única retroescavadeira para fazenda de amigo e município leva prejuízo de R$ 500 mil

 Uma retroescavadeira avaliada em quase meio milhão de reais, pertencente à Prefeitura de Xapuri, teria ficado inoperante ao cair de uma ponte, dentro de...

Advogado Lázaro Barbosa promete, se eleito, desmontar em 3 meses o esquema das empresas de ônibus em Rio Branco

O candidato a Vereador Lázaro Barbosa, jornalista e advogado, apresentou nas suas redes sociais uma proposta que está repercutindo bastante, destinada a baixar o...
Nesta terça-feira, 12, em reunião com o Ministro Ernesto Araújo, a Bancada Federal do Acre solicitou apoio aos estudantes brasileiros que residem na Bolívia. Estiveram presentes os deputados Alan Rick (DEM), Jesus Sérgio (PDT), Perpétua Almeida (PCdoB) e Manuel Marcos (PRB). Alan Rick levou os representantes dos médicos brasileiros formados no exterior Dr. Flávio Lima Barreto, Dra. Maria Roseli de Sousa e Pr. Suelismar Caetano.
 
Recém vindos da Bolívia, os representantes relataram a preocupante situação de vários brasileiros que estão sofrendo com a dificuldade de locomoção em território boliviano por conta das barricadas e bloqueios, há relatos de ameaças à integridade física dos brasileiros, como também a escassez de alimentos e de dinheiro devido ao impedimento dos carros fortes transitarem. Em outras palavras, muitos estão em situação de extrema vulnerabilidade.
 
Ao Ministro das Relações Exteriores, os parlamentares e os médicos sugeriram algumas medidas para atender os estudantes brasileiros. Entre as ideias sugeridas, estão: a criação de comitês de trabalho dentro das universidades para mapear os casos mais graves (uma espécie de Consulado Itinerante); a provisão de transporte para estes casos (a depender de análise do referido Consulado); o provimento de mantimentos básicos; entre outros.
 
“O Ministro se mostrou extremamente sensível às questões apresentadas e disse que trabalhará para encontrar soluções com o apoio de Consulados e da Embaixada do Brasil na Bolívia”, explicou Alan Rick. “O Brasil não pode abandonar seus filhos em um momento de grave crise no país vizinho”, concluiu.




- Advertisement -

Mais notícias