No menu items!
22.1 C
Rio Branco
sexta-feira, outubro 23, 2020

Porto Walter: em hotel, idoso é preso com farta munição e pistola austríaca

Últimas

DCE da Ufac e UMES/AC promovem debate com os candidatos a prefeito de Rio Branco

DCE da Ufac e UMES/AC promovem debate com os candidatos a prefeito de Rio Branco Estabelecer um diálogo político com a academia. Esse é o...

Dez servidores da Aleac são afastados da vida pública em operação da PF por “rachadinha”, contratação de fantasmas e fraude em contratos de publicidade

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (22), a “Operação Res Principis” na capital acreana, Rio Branco, e em Chopinzinho, no interior do Paraná, visando...

PF faz buscas na Assembleia Legislativa do Acre e apreende documentos em empresa terceirizada

A Polícia Federal amanheceu cumprindo ordens judiciais para busca e apreensão em Rio Branco. A empresa Maia e Pimentel é uma das investigadas. A...

 Prefeito petista de Xapuri manda única retroescavadeira para fazenda de amigo e município leva prejuízo de R$ 500 mil

 Uma retroescavadeira avaliada em quase meio milhão de reais, pertencente à Prefeitura de Xapuri, teria ficado inoperante ao cair de uma ponte, dentro de...

Advogado Lázaro Barbosa promete, se eleito, desmontar em 3 meses o esquema das empresas de ônibus em Rio Branco

O candidato a Vereador Lázaro Barbosa, jornalista e advogado, apresentou nas suas redes sociais uma proposta que está repercutindo bastante, destinada a baixar o...

Após denúncia anônima, policiais militares do município de Porto Walter prenderam na manhã desta terça-feira, 19, um homem de 61 anos, com 1.000 munições calibre .22 e diversas caixas de materiais utilizados na produção de explosivos e mais munições de diversos calibres. Durante a ação ainda foi apreendida uma arma de fogo.

De acordo com os policiais, o homem estava hospedado em hotel da cidade. No local, foram apreendidos 140 quilos de chumbo; 180 tubos de pólvora, pesando 100 gramas cada tubo; Três caixas de estojos de espoleta, totalizando 150 espoletas; 660 cápsulas de diversos calibres; além de 1.000 munições calibre .22 (ponto 22), e uma pistola Glock, de fabricação austríaca.

Ainda segundo os militares, o homem disse que todo material havia sido comprado em Rio Branco por pessoas do Mato Grosso, mas não souber dizer características ou nomes dos suspeitos.

O caso foi registrado na Delegacia Geral da cidade para serem tomadas as demais providências cabíveis ao caso.




- Advertisement -

Mais notícias