No menu items!
26 C
Rio Branco
sábado, outubro 24, 2020

Pode apostar: candidato do PT, Angelim mira terceiro mandato de prefeito na capital

Últimas

Gladson busca apoio do Exército para ofertar água potável em comunidades indígenas e ribeirinhas

Da Secom Os esforços do governador Gladson Cameli para melhorar a qualidade de vida da população acreana não param. Cumprindo agenda em Manaus (AM), nesta...

Polícia investiga prefeito do Acre e suas amantes, que são fantasmas e ostentam na Internet

Enquanto a maioria dos servidores da prefeitura de Xapuri trabalha jornadas de oito horas diárias para ganhar um salário mínimo, duas eventuais funcionárias comissionadas...

Número de alunos entrando no ensino superior público caiu em 2019

O número de alunos entrando em universidades públicas em 2019 foi de 559 mil, uma queda de 3,7% em comparação à quantidade de estudantes...

STF: plenário vai julgar obrigatoriedade da vacina contra Covid-19

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou urgência na tramitação de ações ligadas à vacinação contra a Covid-19. Com isso, o magistrado...

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da Coronavac

Após ser acusada pelo Instituto Butantan de retardar a fabricação da vacina da farmacêutica Sinovac, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou, nesta sexta-feira...

Petistas que ainda trabalham na administração municipal de Rio Branco estariam sendo comunicados da decisão do partido pela pré- campanha de Raimundo Angelim, ex-deputado federal e ex-prefeito da capital por dois mandatos. Fevereiro é  prazo para oficializar tudo.

Secretários e assessor em funções mais estratégicas no município são orientados a viabilizar secretamente a idéia junto aos servidores municipais. Receberam o recado para se esforçarem para permanecerem o máximo de tempo possível no cargo sem que Socorro Neri perceba suas reais intenções.

Outros já teriam sido orientados por suas lideranças dentro das bases do PT a se prepararem para abandonarem os cargos tão logo o partido declare candidatura própria à prefeitura de Rio Branco.

Fontes do Acjornal dentro do Partido dos Trabalhadores indicaram nesta quinta-feira que as alas mais radicais do partido não seriam tão fiéis a Socorro Nery – rancor ainda latente após a derrota de Marcus Alexandre em Rio Branco, na eleição passada para governo do Estado.

“Como é que se explica o Marcus Alexandre ter saído da prefeitura com uma aceitação lá em cima e, menos de 8 meses depois, ele perder dentro de Rio Branco”?, era o questionamento de um ex-dirigente.

 




- Advertisement -

Mais notícias